O que pode ser feito para reduzir a mortalidade infantil?

Published by Charlie Davidson on

O que pode ser feito para reduzir a mortalidade infantil?

Por exemplo: acabar com a fome e a miséria, aumentar o acesso ao saneamento básico (água e esgoto tratados), melhorar a instrução das mulheres, dar à população de baixa renda mais acesso a serviços de saúde de qualidade, aumentar as campanhas de conscientização sobre a importância da vacinação, da reidratação oral e do …

Porque reduzir a mortalidade infantil?

Quase 11 milhões de crianças ao redor do mundo ainda morrem todos os anos antes de completar cinco anos. A maioria por doenças evitáveis ou tratáveis: doenças respiratórias, diarréia, sarampo e malária. A mortalidade infantil é maior em países que têm serviços básicos de saúde precários.

Quais ações de enfermagem podem contribuir para a diminuição da mortalidade infantil?

A utilização de instrumentos de monitoramento do crescimento e desenvolvimento da criança, e ações como a promoção do aleitamento materno, imunização e atenção às doenças prevalentes na infância, contribuíram para a redução da mortalidade infantil (10).

Como podemos acabar de vez com a taxa de mortalidade infantil no Brasil?

Uma melhoria na atenção pré-natal é medida prioritária para a redução da mortalidade de menores de cinco anos no Brasil. Um atendimento adequado ao parto pode reduzir o número de mortes por anoxia, hipóxia e outros problemas respiratórios, e também a incidência de infecções neonatais, incluindo o tétano.

O que diminui a taxa de mortalidade?

Já nos países desenvolvidos, essa taxa apresenta-se reduzida, já que nesses países o acesso às políticas públicas, à saúde, ao saneamento básico e à educação é eficaz, possibilitando uma boa qualidade de vida à maioria da população.

Como é possível fazer um controle da taxa de mortalidade?

As melhores condições de vida nesses países favorecem melhores cuidados com a saúde, melhor acesso a medicamentos e vacinas, o saneamento básico e as eficientes políticas públicas favorecem a redução dessa taxa.

Porque a taxa de mortalidade infantil vem diminuindo?

Entre os principais motivos estão: a falta de assistência e de orientação às grávidas, a deficiência na assistência hospitalar aos recém-nascidos, a ausência de saneamento básico (desencadeando a contaminação de alimentos e de água, resultando em outras doenças) e desnutrição.

Quais ações políticas públicas contribuíram para a redução da mortalidade infantil?

Os principais eixos de ação desenvolvidos pelo Programa são a estruturação de uma rede de atenção à saúde da mulher e da criança – Rede Viva Vida, a qualificação dessa Rede e a construção de um pro- cesso de mobilização social.

Quais são as causas da queda da taxa de mortalidade?

A pesquisa do IBGE ressalta ainda outros fatores que ajudaram a reduzir as taxas de mortalidade como o aumento da escolaridade feminina, a elevação do percentual de domicílios com esgotamento sanitário, água potável e coleta de lixo, e maior acesso da população aos serviços de saúde, com relativa melhoria na qualidade …

O que corresponde à taxa de mortalidade?

Esse indicador representa o número de óbitos ocorridos no período de um ano. Essa taxa é calculada a cada mil habitantes e reflete a relação entre o número de mortos anuais e a população total de um determinado lugar. Esse resultado é dado em permilagem.

O que reduziu consideravelmente a taxa de mortalidade?

Foi com o desenvolvimento tecnológico e com a ciência que o ser humano atingiu o patamar de viver por mais tempo: vacinas, remédios, produção alimentícia em larga escala, entre outras inovações, o que reduziu consideravelmente a taxa de mortalidade.

Como reduzir a mortalidade infantil?

“Temos todas as condições de reduzir a mortalidade infantil e até de eliminar todos estes casos. Tudo depende de políticas de combate à mortalidade a serem implementadas de forma mais efetivas,” acredita a gerente da área de direito à proteção integral da Rede de Monitoramento Amiga da Criança, Rosemary Ferreira.

Por que o país está destaque por diminuir a mortalidade infantil?

“O País está em destaque por ter conseguido diminuir a mortalidade infantil. Além da Política Nacional de Amamentação, temos também o Programa Nacional de Imunização, a expansão da estratégia Saúde da Família e a ação Brasil Carinhoso que trabalham em conjunto.

Qual a taxa ideal para a mortalidade infantil?

Sendo assim, a região pode comemorar, pois para a Organização Mundial da Saúde (OMS) a taxa ideal é aquela inferior a dois dígitos. Para especialistas da área da saúde, a queda da mortalidade infantil é resultado de uma série de políticas públicas que foram implantadas.

Qual a importância do combate à mortalidade infantil?

A professora da Universidade Feevale Solange Shama, que há 15 anos leciona Saúde Pública, destaca a melhoria no pré-natal e o calendário de vacinação como ações que fizeram e fazem a diferença. “O combate à mortalidade infantil começa desde a gestação, com a oferta de exames e acompanhamento da mulher”, salienta.

Categories: Trending